Blog da Focco
Acompanhe as novidades, informações
e curiosidades relacionadas à Focco.

Tendência mundial, Focco adere ao home office


tullio

O consultor comercial da Focco Sistemas de Gestão, Ricardo Tullio, é um profissional disciplinado. Está a 600 km de distância de seus colegas de trabalho, em Curitiba (PR), onde mora a família. Em casa, ele se fecha numa sala e despacha pela internet, como se estivesse no escritório da empresa.

Sua rotina é a mesma como se estivesse na empresa. Passa seu tempo ao computador ou realizando visitas aos clientes, das 8 da manhã às 18 da noite, com um pequeno intervalo para almoço. Não admite interrupções e os dois filhos, de 8 e 12 anos, foram avisados disso quando ele adotou o sistema home office, há três meses. “Sinto falta do contato direto com os colegas, porque a interação é importante, mas recupero isso quando estou em Caxias do Sul”, diz Ricardo. Ele conversa pelo telefone, troca mensagens pela internet e participa de frequentes videoconferências pelo Skype, uma maneira de estar presente.

Disciplina, confiança e controle, como no caso de Ricardo, são condições fundamentais para o home office. A Focco aderiu neste ano ao sistema como forma de diminuir a distância entre os clientes e otimizar os custos logísticos. Segundo o gestor comercial Robson Rizzotto, este é um caminho sem volta. “Este ano abrimos três canais comerciais no modelo home office – Chapecó (SC), Curitiba (PR) e Santo André (SP) – e a nossa expectativa é abrir mais dois até dezembro. Este formato nos permite a proximidade, agilidade no atendimento, bem como redução de custos no caso de uma estrutura física”, explica ele.

As empresas que aderem ao sistema selecionam e monitoram com atenção os empregados que aceitam trabalhar em casa. “Quem trabalha home office não está sujeito a ponto. Na Focco fazemos um controle de horas executadas e trabalhamos por metas. Os funcionários contam com o mesmo pacote de benefícios que os demais, apenas a distância os diferencia”, explica a psicóloga organizacional da empresa, Patrícia Chiele Machado. “O home office é uma tendência mundial e envolve 32,5% da população economicamente ativa, com cerca de 1 bilhão de pessoas utilizando esse método”, afirma ela.

Ter uma rotina é importante

Leandro Costa, consultor comercial da Focco em São Paulo, atua há três anos no modelo home office. Ele acredita que ter uma rotina é primordial para a produtividade. “É importante organizar as tarefas diariamente e principalmente, ter um espaço reservado para o trabalho exclusivo em casa”, explica.

Ricardo Tullio compartilha da mesma opinião. “Para trabalhar neste formato foi necessário criar rotinas e hábitos que fazem eu ter disciplina para desenvolver o meu trabalho. Na minha opinião, a adaptação é bem tranquila desde que você tenha efetivamente um bom escritório em casa e não aquela mesa de trabalho no quarto. Isto já faz com que o nosso cérebro tenha a disciplina que está trabalhando e não está em casa”, acredita ele.

Fugir do trânsito é uma vantagem

Talvez a principal vantagem em se trabalhar home office seja o fato de não precisar enfrentar diariamente o trânsito das grandes cidades. “Atuo neste formato há uns nove anos, no início não é nada fácil, pois é necessário reeducação, foco e direcionamento. Moro em São Paulo e perdemos muito tempo no trânsito. Trabalhando home office tenho um ganho enorme, em que a maximização do tempo traz oportunidades extras”, conta Anderson Alcides de Moraes, consultor comercial de Santo André – SP.

Fabiano Carlos Walter de Vargas, consultor comercial de Chapecó – SC, também vê vantagem em evitar o trânsito. “Ganho mais tempo, principalmente no horário do meio-dia. Outro fator positivo é o silêncio. Como atuo com vendas, falar ao telefone fica mais fácil”, diz ele.


Nossas soluções
para o seu negócio

[carousel-horizontal-posts-content-slider]